Contato

+55 (45) 3025-2829

Whatsapp

+55 (45) 9118-2401

Foz do Iguaçu

Ginoferty realiza o sonho de quem não pode ter filhos

Ginoferty realiza o sonho de quem não pode ter filhos
Patrícia Buche Patrícia Buche
01/12/2015 15:42hs

Fotos: Fabiana Copetti

 

A decisão de ter um filho é um passo muito importante na vida de um casal. As responsabilidades começam a partir da gestação e duram para sempre. Por isso, muitas pessoas optam por não ter. Mas por outro lado, há casais que sonham em serem pais e fazem o que for possível para tornar esse sonho realidade. No entanto, há aqueles que encontram dificuldades para engravidar.

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2013, só no Brasil de 8% a 15% da população sofria de infertilidade. Quando isso acontece, o casal recorre a tratamentos médicos na intenção de conseguir engravidar.

 

Especializada no assunto, a Ginoferty- Clínica de Medicina Reprodutiva, sob responsabilidade dos doutores Fernando R. Santos e Cristiane G. Gobo,  atende os casais que estão tentando engravidar há mais de um ano (para mulheres de até 30 anos) e há pelo menos 6 meses (para mulheres com mais de 30 anos) e que não estão conseguindo de forma natural.

 

Segundo a Dra Cristiane, “estes casais são então avaliados na consulta médica através de sua história clínica, exame físico e exames. São então estabelecidos os fatores que estão causando a infertilidade, ou seja, a dificuldade para gestar e, a partir disso, é proposto uma melhor forma ou técnica de tratamento para cada caso, para cada casal”.

 

Uma história de sucesso que começou na Residência Médica

 

O Dr. Fernando é natural de Wenceslau Braz, Paraná, e a Dra. Cristiane é natural de Cascavel, também no Paraná. Ambos cursaram Medicina em 1993, em Curitiba. “Começamos a namorar quando estávamos na Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia, em Curitiba, nos anos de 1994 e 1995. Fomos fazer a especialização em Reprodução Humana, em São Paulo, no ano de 1996 e, como a minha família é daqui de Cascavel, tivemos a oportunidade de retornar e aqui iniciar nosso trabalho no ano de 1997”.

 

No ano de 1999 eles casaram e hoje tem dois filhos: Eduardo (12) e Guilherme (9).  Comprometidos com a profissão, os doutores revelam que escolheram essa área da medicina por ser muito envolvente e gratificante, além de abranger muita tecnologia e conhecimento.

 

Mas nada se compara ao desafio e felicidade de realizar os sonhos dos casais. “Poder mudar a vida dos casais que não conseguem ter seus filhos de forma natural, é o que mais nos motiva. Quando decidimos estudar essa área, estava tudo muito no começo, no Brasil e no mundo, e muitas coisas mudaram nesses últimos anos, houve muita melhora na industrialização dos medicamentos utilizados, nos equipamentos, nos meios de cultura, nas técnicas de congelamento, nas técnicas de cultivo e desenvolvimento embrionário, enfim, hoje, os resultados são muito melhores do que quando começamos há quase 20 anos”, revela o doutor Fernando.

 

A Ginoferty está localizada em Cascavel e atende toda região Oeste do Paraná, incluindo Foz do Iguaçu, Paraguay, Argentina, algumas cidades de Santa Catarina e do Mato Grosso Sul e Mato Grosso e até mesmo casais de outros estados e países mais longínquos.

 

O casal atua nessa área buscando sempre se atualizar e participar de congressos nacionais e internacionais para trazer à Cascavel e toda região o que há de mais moderno na área da Reprodução Assistida, fazendo aqui no interior, exatamente o que se faz em qualquer outra parte do mundo.

 

 

 “Nós nos sentimos muito honrados pelos resultados tidos em todos esses anos de trabalho, números de acordo com a literatura mundial, tendo muitas crianças vindas através das técnicas de Reprodução Assistida, dando um outro sentido à vida de muitos casais, sempre trabalhando com muita transparência e ética profissional. O resultado positivo é muito gratificante e é o que nos move, nos incentiva a persistir no caminho, estudando cada vez mais, aperfeiçoando cada vez mais as técnicas, o nosso trabalho, para que o nosso resultado seja cada vez melhor.” 

 

 “Com certeza é o prazer de ver a alegria dos casais com esse (s) “filho (s)” obtido através das técnicas de Reprodução Assistida, onde percebemos que fazemos parte da história da vida deles, pois mudamos a vida deles, demos um sentido diferente à vida desse casal, realizamos o sonho de formar a família, enfim, conseguimos concretizar, através da Medicina Reprodutiva, uma história de vida.” 

 

 

 

Procedimentos realizados na Ginoferty

 

A Ginoferty dispõe de Laboratório de Reprodução Humana, que precisa estar adequado e aprovado dentro das normas exigidas pela Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), visando garantir a segurança e qualidade técnica no processo de Reprodução Assistida em todo território nacional.

 

O Laboratório de Reprodução Humana, onde são realizados todos os procedimentos na área tais como: a Fertilização in vitro (FIV), a Inseminação Intrauterina (IIU), o congelamento de sêmen, o congelamento de óvulos, o congelamento de embriões, e seus respectivos descongelamentos, assim como o Diagnóstico Genético Preimplantacional (PGD).

 

 

Sala de cirurgia, na qual com a paciente sob sedação, é realizada a coleta dos óvulos, ou seja, são puncionados os folículos ovarianos, por via vaginal; o líquido desses folículos chega na sala de Fertilização in vitro, a qual é conectada à sala de cirurgia por um guichê. Esse líquido dos folículos é avaliado ao microscópio pelo biólogo, o qual analisa e separa os óvulos.  

 

Sala de coleta, onde o marido faz a coleta do sêmen. Em alguns casos, é necessário retirar o espermatozóide através de uma punção ou biópsia testicular.

 

E, na sequência, na sala de Fertilização in vitro, onde é realizado o encontro do óvulo com o espermatozóide, através da técnica de Injeção Intracitoplasmática do espermatozóide (ICSI), ou seja, um espermatozóide é injetado dentro de cada óvulo, através de um micromanipulador acoplado a um microscópio de alta resolução.

 

“Após realizada a Injeção dos espermatozóides nos óvulos,  eles permanecem em estufas específicas com gases, temperatura, pH, apropriados para desenvolvimento celular, e ali permanecem de três a cinco dias. Diariamente são avaliados, e após esse período, são transferidos para o útero”, explica a doutora Cristiane.

 

Ainda segundo a doutora, o processo de Fertilização In Vitro/Injeção Intracitoplasmática do espermatozóide é realizado para os casais que tem dificuldade para gestar naturalmente. Esse procedimento apresenta uma chance de sucesso em torno de 40% por tentativa, mas a idade da mulher, nesse caso, é muito importante, na qual em mulheres mais jovens (abaixo de 35 anos) a taxa de sucesso da FIV/ICSI pode chegar a até 60% por tentativa.

 

Ginoferty realiza o sonho de quem não pode ter filhos

 

 Após isso, os embriões são transferidos para o útero da mulher, de acordo com uma Normativa do Conselho Federal de Medicina:

  • mulheres de até 35 anos: são transferidos no máximo 02 embriões
  • mulheres de 36 a 39 anos: são transferidos no máximo 03 embriões
  • mulheres acima de 40 anos: pode-se transferir até 04 embriões.

 

Os embriões excedentes são criopreservados (congelados), com prévia ciência e autorização do casal, e permanecem em nitrogênio líquido na sala de criopreservação, por tempo indefinido.  Posteriormente, quando o casal desejar, esses embriões podem ser descongelados e transferidos para o útero, com chance de sucesso de gestação em torno de 40% por tentativa.

 

Pela nova Normativa do Conselho Federal de Medicina, o casal poderá doar esses embriões somente após terem sido mantidos criopreservados por 03 anos ou podem descarta-los após terem sido mantidos criopreservados por 05 anos.

 

Na sala de Andrologia, é onde é manipulado o sêmen. É ali que o sêmen é processado para a Inseminação Intrauterina, uma outra técnica de Reprodução Assistida, utilizada para os casais que tem dificuldade para gestar. A escolha de cada técnica é realizada pelo médico especialista em Reprodução Assistida, o qual, juntamente com o casal, decide qual a melhor técnica para cada casal, de acordo com a história e o exame físico de cada casal.

 

Ginoferty realiza o sonho de quem não pode ter filhos

 

Para isso, os doutores ressaltam a importância de explicar cada procedimento aos pacientes. “Cada técnica é explicada com detalhes de como é realizada. São expostos vídeos das técnicas para melhor entendimento, são discutidos quais são as chances de dar certo por tentativa, quais os riscos, quais as possibilidades, enfim, tudo é claramente conversado previamente. Depois de ciente, o casal decide se vai ou não fazer o tratamento proposto e, quando decide, antes de realizá-lo, assina Termos de Consentimento, firmando tudo o que foi falado verbalmente”.

 

No entanto, vale lembrar que nem todos os resultados são positivos. Mas isso não é motivo para que o casal desista na primeira tentativa, pois sempre há chances de dar certo. “O resultado negativo faz parte de toda clínica de Reprodução Assistida, que trabalha de maneira ética e dentro dos padrões internacionais, mas deve ser encarado de forma natural, com todo apoio psicológico e emocional que o casal necessitar. E, apesar das dificuldades, deve-se lembrar que, muitas vezes, persistir no tratamento é buscar o resultado positivo.”

 

Ginoferty realiza o sonho de quem não pode ter filhos

 

 

Fronteira ganhará uma unidade da Ginoferty

 

Segundo os doutores, Foz do Iguaçu irá receber, em um primeiro momento, um local que servirá como ponto de apoio para a realização de consultas e exames, para poder facilitar a realização do tratamento para os casais. Pois durante o tratamento, como eles precisam ir até a Ginoferty algumas vezes, num período curto de tempo, esse número de visitas diminuirá, porque os médicos passarão a vir até Foz do Iguaçu, reduzindo assim as idas à Cascavel e facilitando o tratamento.  

 

Eles explicam ainda que a escolha por Foz é pela aproximação com Cascavel e também por estar localizada em região fronteiriça. Além disso, os próprios pacientes já atendidos na região solicitaram uma sede aqui em Foz, pela falta de profissionais nessa área.

 

Endereço: R. Minas Gerais, 2554 - Centro, Cascavel - PR, 85812-030

Telefone: (45) 3038-0373

Site: www.ginoferty.com.br

Email: ginoferty@ginoferty.com.br

_____________________________

Nova Unidade em Foz do Iguaçu:

Endereço: Rua Padre Montoya, 323 – Centro

Leia também

Construção civil em Foz tem constante crescimento

Construção civil em Foz tem constante crescimento
Poder ter um lugar para chamar de lar e desfrutar uma boa qualidade de vida são o sonho da maioria das pessoas. Mas em se tratando de obra, de uma hora para outra, o sonho pode tornar-se pesadelo. Por isso, se para as pessoas o desejo é ter um local para morar, para quem trabalha no ramo da construção civil o desafio é tornar isso...