Contato

+55 (45) 3025-2829

Whatsapp

+55 (45) 9118-2401

Foz do Iguaçu

A cereja que falta na sua festa!

A cereja que falta na sua festa!
Patrícia Buche Patrícia Buche
03/08/2017 16:02hs

 

Fotos: Estúdio Giovana Luigi, Poliana Nascimento, Estúdio Design Digital e Cris de Oliveira

 

 

A formação é em pedagogia, mas o amor mesmo é por decoração. Cristiane Costa Fenske é de Foz do Iguaçu. Casada e com um filho de 12 anos, ela seguiu os passos da mãe e formou-se pedagoga. Porém a paixão por trabalhos decorativos falou mais alto. “Durante o curso de pedagogia, trabalhei em um grande hotel da cidade como recreadora infantil, e foi nesse hotel que fiz dois cursos de arte com balões e decoração de festas e eventos”, destaca.

 

 

Cristiane trabalhou lá durante cinco anos fazendo a decoração dos eventos infantis que aconteciam no hotel. Mas o seu desejo era ter o próprio negócio, e foi assim que nasceu a Tia Cereja Decorações.

tiacereja

 

 

A escolha do nome

 

Na época em que trabalhava como recreadora, era necessário ter um nome artístico, então Cristiane escolheu ser chamada de Tia Cereja; segundo ela, essa é uma fruta linda e muito doce. O apelido marcou e, quando surgiu a oportunidade de abrir o próprio negócio, ela escolheu esse nome para ser sua marca.

 

 

Trabalhos

 

A Tia Cereja realiza trabalhos de decoração em eventos infantis e adultos, fazendo arte com balões e oferecendo aos clientes todo o suporte relacionado ao evento. Como cada festa é única, Cristiane busca captar todos os desejos dos clientes e, a partir dos detalhes, montar a decoração. “Sempre respeito o sonho do cliente e busco estar sempre me reciclando e fazendo cursos on-line e workshops presenciais, além de buscar inspirações na internet”, explica.

 

 

Ela trabalha com balões desde 2013 e realiza a decoração completa das festas desde 2016. “O balão para mim é o símbolo de festa, alegra o ambiente e dá o ar de comemoração”, afirma.

tiacereja

 

 

Por isso, ela procura fazer tudo com muita dedicação e amor. “Eu procuro manter a empatia com meus clientes, pois assim consigo ter uma melhor visão do que ele espera de meu trabalho. Na hora que estou na parte de montagem do evento, faço e exijo de meus parceiros o melhor, sempre com muito capricho, porque a realização de meu cliente é o pagamento final de que o trabalho foi perfeito, e isso faz com que eu me sinta realizada no meu trabalho.”

tiacereja

 

Leia também

Não se esqueça do ar-condicionado no inverno

Não se esqueça do ar-condicionado no inverno
Você talvez deva estar perguntando-se o porquê de falarmos sobre os condicionadores de ar no inverno. Eu explico. Nesta estação, as pessoas costumam deixar o aparelho desligado, certo? Certo. E só se lembram de ligá-lo novamente quando o verão chega e o calor se torna insuportável. Ao fazer...